O dia em que o lixão virou ponto turístico



Hoje é o Dia Mundial do Meio Ambiente e decidimos abordar o tema de um jeito diferente: através do artivismo. Mas como assim?

Artivismo é ação política através da arte. É fazer uso de estratégias artísticas para manifestar um desabafo, uma reflexão crítica, uma profunda insatisfação sobre questões sociais e contemporâneas. Esta foi a estratégia utilizada por Ricardo Boa sorte, ator, cantor e performer de Lençóis que, lá em 2015, participou da Mostra de Dança de Lençóis com a performance “Lixão: Nosso Caso de Amor com o Descaso” (assista a videoarte aqui). Ao lado de outros artistas, Ricardo propôs uma reflexão sobre o lixão, um problema que permanece e que até invade a estrada que dá acesso à cidade. Um problema antigo que afeta diretamente a natureza, os animais, e os seres humanos já que o lixão está localizado dentro de uma área de preservação ambiental.

Ricardo nasceu em Lençóis e desde sempre tem uma forte relação com a natureza. Relação esta que foi potencializada através das oficinas de educação ambiental realizadas pelo Grupo Ambientalista de Lençóis e pelo Grãos de Luz e Griô. As oficinas abordavam a reciclagem, a educação ambiental, o reaproveitamento dos resíduos sólidos, gestão das águas... temas que continuam urgentes! Ricardo cresceu, aprendeu as trilhas da cidade e é nelas que ele vem exercitando sua consciência ambiental. Recolher o lixo nas trilhas do Serrano virou uma prática recorrente para ele, que sempre observou os hábitos dos visitantes em relação ao descarte dos resíduos nos rios. Ele conta que


“foi desse hábito de sempre trazer o lixo do rio para cidade que nasceu a proposta de fazer uma intervenção artística sobre o assunto”.

E foi assim que ele se uniu a outras almas inquietas para refletir sobre a situação do lixão através de uma videoperformance e da intervenção artística na Mostra de Dança. O grupo ocupou o lugar como se fosse mais um divertido ponto turístico da cidade, trazendo a atenção para um problema impossível de esconder e transformaram os resíduos em “uma extensão do nosso próprio corpo” como ele diz.

Através da sua proposta artística de reflexão, Ricardo trouxe uma questão que permanece atual: a situação do lixão de Lençóis. Apesar da obrigatoriedade da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10), que determina a substituição dos lixões por aterros sanitários, entre outras ações, poucos avanços houveram na área e a situação do lixão da cidade continua igual àquela vista pelos artistas do corpo em 2015. Lembrando que a Política já está fazendo 10 anos e que o prazo para substituir os lixões venceu em 2014!!

Enquanto soluções não são efetivamente executadas pelos órgãos públicos, a sociedade civil segue fortalecendo práticas de reaproveitamento do lixo, como o próprio GAL, que vem atuando com muita resistência no reaproveitamento dos nossos resíduos. Como o próprio Ricardo trouxe na sua performance, o lixo é uma extensão do nosso corpo, é produzido por nós e precisa ser descartado com responsabilidade e com a consciência de que o meio ambiente é compartilhado por todos os seres vivos.

Para finalizar, reproduzimos aqui algumas práticas de descarte que Laura Garcia, da Associação Comercial de Lençóis, divulgou em suas redes e que podem ajudar a minimizar o nosso impacto no meio ambiente:

Algumas mulheres da cidade produzem sabão e outros produtos a partir do óleo de cozinha. Você pode procurar Esli ou Dora para saber mais.

As garrafas PET podem ser deixadas em Osvaldo Pontes ou em Chico. Importante que estejam limpas!

A ACEL faz parte da brigada voluntária da @terracyclebr e da @scotchbritebrasil e recolhe esponjas, lixo eletrônico e pilhas usadas. As esponjas podem ser entregues nos seguintes estabelecimentos: @racoespinholencois @natursense_brasil @padecafe @pousadacasadageleia e @cervejariachapada

Sabe aqueles anéis das latinhas de cerveja e refrigerante? Eles podem ser deixados no SENAC.

Sacos plásticos podem ser utilizados para preenchimento de almofadas, sacos para mudas ou até mesmo bolsas (@levinalblb)

Inúmeras possibilidades existem para reaproveitar os resíduos e a criatividade é uma grande aliada neste processo. Você também pode saber mais nestes sites:

https://www.ecycle.com.br/2368-compostagem.html

https://www.terracycle.com/pt-BR/pages/tcnext-navigation-do_it_yourself_projects_link

https://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/politica-nacional-de-residuos-solidos

E se você sabe de mais pontos de coleta de resíduos sólidos na cidade ou dicas de reaproveitamento, compartilhe que ajudamos a divulgar!


Texto: Renata Reis (@a.renatareis)


Foto: Neander Heiringer para Mostra de Dança de Lençóis 2015

69 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

PARA RECEBER NOTÍCIAS - ASSINE!

Garimpei.com (21).png
  • Instagram
  • Facebook

© 2020 por Garimpei.com. Orgulhosamente criado com Wix.com

diamante_preto_png.png